Como se cadastrar: O que necessrio

ATENO! Voc  esta fazendo um Pr Cadastro, a Cintra est recebendo seus dados aguardamos voc pessoalmente para que venha fazer um teste fotogrfico, um teste de vdeo e entrevista, somente assim far parte do Casting da Cintra. Clique aqui para preencher a ficha de cadastro.

Adultos:

O MODELO/ATOR, DEVE VIR NA AGENCIA DE SEGUNDA A SEXTA DE 10 AS 12H OU DE 14H AS 17H, COM SEU MATERIAL, SEU DRT (CASO POSSUA) , UM TEXTO PARA GRAVARMOS O VDEO, UMA MSICA PARA CANTAR " CAPELA" E A FICHA DE PR CADASTRO DEVE SER PREENCHIDA.

Crianas e Adolescentes:

PARA CADASTRAR O MODELO/ATOR, O RESPONSVEL DEVE TRAZ-LO NA AGENCIA DE SEGUNDA A SEXTA DE 10 AS 12H OU DE 14H AS 17H, COM O TEXTO ABAIXO PARA UMA AVALIAO, UMA MSICA PARA CANTAR " CAPELA"  E A FICHA DE PR CADASTRO DEVE SER PREENCHIDA.

  • Por Favor trazer a criana (a partir de 3 anos) com o texto abaixo decorado.
  • Para quem de fora do RJ, ligar antes e j deixar marcado o dia da avaliao e um horrio para fazer o material fotogrfico no mesmo dia !!!!
  • Trabalhamos com total exclusividade .
  • Para Maiores informaes sobre valores, ligue 21 3388-5956

 

TEXTOS:

2 a 3 anos:

“ Mame j quero ir pra escola, quero ficar inteligente como voc !! “ 

fonte: autor desconhecido

 

3 A 7 ANOS

Me, se eu contar o que eu fiz voc vai me botar de castigo? ...
Ta, eu pintei a parede, mas foi sem querer mezinha, prometo que no pinto mais hoje,
S amanh, t? 

fonte: autor desconhecido

 

8 A 12 ANOS

 

Texto 1

Hoje chegou um garoto novo na minha sala, ele bonito, tem o cabelo todo enroladinho e um sorriso engraado. Agora a turma s fala dele, a professora falou que ele especial e que temos que ajudar ele. O que eu achei mais estranho que todo mundo usa as cadeiras da escola, mas ele no, leva a prpria cadeira e nunca se levanta dela, achei ele meio preguioso. No intervalo perguntei o nome e ele disse que se chama Igor, perguntei porque ele era o nico que tinha sua prpria cadeira e ele falou que era o nico que precisava dela todos os dias.

fonte: autor desconhecido

Texto 2

Sabe essas coisas que os adultos dizem , quando encontram o grande amor da sua vida? Que ser para sempre, e que no vivem mais sem aquela pessoa, acho que eu estou vivendo isso, at aquilo que o corao acelera quando voc v a pessoa eu j sinto desde que a Clara entrou na minha sala. No quero mais jogar bola na aula de educao fsica, quero ficar olhando aqueles olhos verdes como os adultos fazem, achei o amor da minha vida, j posso fazer o que os adultos fazem.

 Fonte: autor desconhecido

Texto 3

Eu no tenho nada pra falar com voc, me. Essa sua mania de querer conversar sobre tudo...! Pra que, se voc acaba fazendo o que quer e eu sempre me ferro? Eu ouvi o que voc disse pra papai. E no achei legal. Vocs estavam brigando tanto, que nem perceberam que eu estava ali. Voc nunca me v, mesmo. No se importa comigo, no se interessa pelas coisas que eu gosto, isso de conversa  s para me enrolar, para ficar achando que cumpriu com o seu dever de me. Ento pronto, finge que a gente conversou e que t tudo bem, t bom? Me deixa quieto aqui pra sempre. Eu j t cheio de tanta conversa, me!

fonte: autor desconhecido

13 A 17 ANOS

 

Texto 1:

No fala mais nada pai. O que voc pensou que a minha me veio fazer aqui, me diz? Eu sei, no precisa falar. Pensou que ela tivesse vindo pra te pedir desculpas, pra dizer que queria voltar com voc? No foi isso que voc pensou? Pai voc no tem vergonha? Mas que porcaria de amor esse que te humilha! Quando que voc vai ver que a minha me no vai voltar nunca! Pai, voc quer saber mesmo o que ela veio fazer aqui? Veio pedir pra eu voltar a morar com ela na casa do meu av, porque l todo mundo acha que voc no sabe cuidar de mim direito, deu pra entender agora? Ela no veio aqui pedir pra voc voltar. Meu Deus, quando que voc vai abrir os olhos, pai? Quando? 

fonte: autor desconhecido

Texto 2:

Que isso, gente?! T colocando o seu nome em todos esses potinhos, pra qu? Todas as comidas do mundo agora vo se chamar Natalia, isso? , porque se for, vai ser uma indigesto generalizada no planeta. Olha, no sei pra que voc ta fazendo isso... Por que voc louca, tem TOC? S pode t sem lio de casa hoje... (T) No fao a menor idia pra que isso. Ok, realmente, eu comi o resto que tava na geladeira, mas como que eu ia adivinhar que... Credo!!! precisa esse bafaf todo por causa de um arroz grudento? T..tudo bem. No vai falar nada? Ento me d umas etiquetas a tambm, porque a partir de hoje, o que eu fizer, voc tambm no vai poder nem chegar perto, combinado? Ai, Natalia, voc to chata, to cri-cri, to malinha que eu fico sem palavras, sabia? E olha que eu nunca fui de ficar quieta, mas, sem brincadeira, voc consegue me vencer pelo cansao... Caramba. 

fonte: autor desconhecido

 

ACIMA DE 18 ANOS

Texto 1:

Eu era uma boneca que voc brincava quando tinha tempo. Se eu adoecia ou era malcriada, voc me passava para a bab.

Voc sempre estava bonita e eu queria ser bonita. Sempre tive medo que voc no gostasse da minha aparncia. Uma vez voc disse “Voc devia ser menino”. E riu para no me deixar chateada. Mas eu fiquei, claro. Voc achava que meu cabelo era comprido demais e mandou cortar. A voc cismou que meus dentes eram tortos e eu pus aparelho. Eu fiquei medonha! Voc falou que eu no podia mais usar calas e mandou fazer vestido sem perguntar minha opinio. Eu no atrevia a dizer nada para no aborrec-la.

Eu a amava, me; era uma questo de vida ou morte, mas eu no confiava em suas palavras. Elas no expressavam o que seus olhos diziam. Mas uma coisa eu entendia: voc jamais me amaria ou me aceitaria como eu era.

Voc conseguiu me ferir para o resto da vida, assim como voc est ferida.

Voc fala do meu dio, mas o seu dio no fica atrs. Gente como voc um perigo. Voc deveria ser presa, para no fazer mal a ningum.

Me e filha. Que mistura terrvel de sentimentos. As cicatrizes da me so passadas para a filha. As falhas da me so pagas pela filha. Parece que o cordo umbilical nunca foi cortado.

isso? Ser que a infelicidade da filha o trunfo da me? Me, ser que a minha tristeza a sua satisfao secreta? 

fonte: autor desconhecido

Texto 2:

No acredito... Srio, eu devo ser uma idiota mesmo. Como que eu fui acreditar nesse garoto? Na boa, homem no presta. Ele me chamou pra ver DVD na casa dele. DVD. Eu fui pra ver filme. Tudo bem, a gente j tinha ficado, mas fui porque ele legal, gatinho e tal... E eu queria ver esse filme. Se Crepsculo foi assim, Imagine Eclipse.. E eu no tinha conseguido ver no cinema. Da o filme nem comea, nem chegou nos traillers e j veio ele com aquele maozo. Tambm no assim no, ta achando que fcil. (tempo) Beijo vem, beijo vai... Senti aquela barba por fazer sabe? A ele tirou a minha roupa, e... Ai que vergonha... Ta, a rolou. Quando ele acabou ele disse que ia chamar um taxi preu ir embora que a me dele podia chegar a qualquer hora? E sabe o que pior? Ele nem me ligou. J se passaram 4 dias e nada. Nem sequer um oi no Watsaap, nada! Perdi minha virgindade com um cara que pra ele no significou nada... E outra o filme, era uma droga... Se eu soubesse... Aff.. 

fonte: autor desconhecido

Texto 3:

O que eu pretendo fazer agora? A nica coisa que eu sei que eu no dava mais pra continuar morando na mesma casa com a Clara. Preferi sair antes que acontecesse o pior... A Clara est descontrolada me. Vive me ameaando. Agora deu pra jogar as coisas no cho, quebrar... No tive outra sada.... Voc sabe como estava o meu casamento. Sabe como a Clara ciumenta e possessiva... Mas a minha deciso no tem nada a ver com a Rafaela!(T) A Rafaela um sonho de adolescente que o tempo no conseguiu apagar. Uma paixo antiga. Mas eu juro, se a minha relao com a Clara tivesse legal, a Rafaela a continuar apenas sendo a antiga namorada, mais nada... A Rafaela no tem nada a ver com o fim do meu casamento. A verdade que ao lado dela eu descobri o desejo de ser feliz ao lado de uma mulher que me admira exatamente pelo que eu sou! Agora, o que vai acontecer daqui pra frente, s o tempo vai dizer! 

fonte: autor desconhecido

Texto 4:

Eu acho que voc no entendeu. Eu nunca tive qualquer coisa com a Clara. Nunca quis ter, voc sabe disso. Eu nem poderia, porque a Clara sempre foi sua namorada. E namorada de amigo meu, sabe como ... Mas quando voc quis terminar com ela, eu dei a maior fora, porque todo mundo sabe que a Clara no presta: sempre foi galinha. E eu sei o quanto voc sofreu com isso. Quantas vezes eu tive que segurar sua onda, se lembra? Por isso mesmo, eu acho que esse negcio de voc querer voltar pra ela, no tem o menor cabimento. Isso doena, e eu, como amigo, no posso permitir. Foi por isso que eu comecei a namorar ela. Pensando em voc. Porque eu no vou deixar ela voltar pra voc. No h hiptese! Eu entendo que voc esteja chateado comigo. natural. Mas isso vai passar. Quando voc entender o bem que eu estou te fazendo, voc vai me agradecer, eu tenho certeza. E te digo mais: para mim, a Clara no tem a menor importncia. Eu s estou com ela por sua causa. Porque eu sou seu amigo, e quero o melhor pra voc. E at me admira voc pensar mal de mim. Eu nunca te dei motivo pra isso. Voc me conhece o suficiente para saber que eu sou uma pessoa, basicamente, boa, honesta, confivel. Todo mundo sabe disso. Todo mundo. E essas coisas que voc anda falando de mim, esto pegando muito mal pra voc. Se eu fosse voc, eu parava com isso. um conselho que eu te dou. Eu podia ficar quieto, mas estou te dando esse toque, sabe por qu? Porque sou seu amigo. 

fonte: autor desconhecido

Texto 5:

Eu fiquei to feliz quando voc me ligou e pediu pra me ver. Meu corao ficou palpitando do jeito que est agora. A eu pirei e fui at a biblioteca atrs de autores que dissessem tudo o que eu queria pra voc. Depois eu entendi que tava sendo uma boba, que s eu sabia o que te dizer.

Eu te amo, isso que eu preciso te dizer. Confia em mim, do mesmo jeito que eu confio em voc. Assim, juntos, a gente vai longe.

No entendi o que aconteceu. Voc saiu quela noite sem dizer nada. S pegou sua mala e saiu, me deixando com cara de trouxa. A me liga um ms depois como se nada tivesse acontecido. No entendo. Tem uma amiga minha que me diz: “Tenha olhos para ver”. E eu to tentando. Botei at um holofote pra te ver melhor, mas continuo sem entender. 

Lembra daquela noite que a gente saiu tarde daquela festa? Fomos andando pra casa, voc meio bbado cantando pra mim... s isso que eu quero, que voc fique cantando pra mim. Fica comigo, pelo menos at eu me acostumar a viver sem voc. Depois voc pode ir embora. 

fonte: autor desconhecido

 

ENTREVISTA DE SEGUNDA-FEIRA A SEXTA-FEIRA DE 10H AS 17H 
(PARAMOS PARA ALMOO DE 12H AS 14H).

OBS.: MENORES DE 18 ANOS SOMENTE ACOMPANHADO PELO responsvel Legal.

Compartilhe